blog-bg.png
  • Avalia

Quais sinais de alerta investidores devem procurar em um tech deal?


Red Flags by Avalia Systems

Em um tech deal, a Due Diligence de Software tem o objetivo de identificar potenciais 'red flags' que possam gerar contratempos e perdas financeiras.


Para esclarecer sobre o assunto, perguntamos aos experts da Avalia: Quais red flags investidores devem procurar em um tech deal? Em suas respostas, eles citaram algumas das complexidades que os investidores enfrentam em investimentos de tecnologia. Um ponto comum é que as red flags frequentemente são encontradas onde você menos espera. Confira a seguir:


 


Cada caso é diferente, mas uma área que pode levantar uma "red flag" em qualquer transação de M&A em tecnologia é o time.


A maioria das aquisições de tecnologia envolvem velocidade: acelerar o crescimento de receitas, dominar uma tecnologia rapidamente, entregar novos produtos em menos tempo, ou entrar em novos mercados em menos tempo. Entretanto, escalar, construir e manter sistemas não são tarefas mecânicas, e as pessoas que as fazem não são facilmente substituíveis.


O desenvolvimento de software é um trabalho criativo que depende do conhecimento tácito das pessoas que o fazem. Se essas pessoas já tiverem saído ou partirem pouco tempo após o fechamento do deal, por desalinhamentos culturais ou técnicos, por exemplo, pode-se causar uma queda drástica na velocidade de entrega dos resultados esperados. E ainda, o risco não é distribuído uniformemente entre o time, por isso essa avaliação requer uma abordagem profunda.


Determinar quem são as pessoas-chave requer uma análise detalhada da tecnologia: como ela foi construída, seu estado atual e onde precisa chegar para dar o suporte necessário à tese de investimento.


Não é raro que pessoas essenciais à execução do plano pós-deal saiam durante ou logo após o fechamento do negócio. Em um caso real, nossa análise de dados durante a Due Diligence de Software revelou o risco elevado de perder uma engenheira-chave; mas, quando ela foi abordada, após o deal, já era tarde demais.


A boa notícia é que as empresas têm os dados necessários para fornecer aos especialistas uma imagem clara dos riscos e as ações necessárias para garantir o sucesso do negócio. — Rodney Reis

Em outro caso, utilizamos “machine learning” para identificar o padrão de partidas de desenvolvedores e prever quem provavelmente iria sair, para que a empresa sendo adquirida pudesse agir proativamente, melhorando sua retenção de talentos durante a fase de due diligence.


Em última análise, outros riscos críticos, como escalabilidade, segurança e capacidade de execução, também são impactados pelo conhecimento e habilidades necessárias para realizar o trabalho. Investir em tecnologia sem entender completamente quem é a equipe envolvida é um risco e pode, por si só, ser visto como uma red flag.


A boa notícia é que as empresas têm os dados necessários, em seus sistemas de desenvolvimento de software, para fornecer insights aos especialistas  sobre as perguntas certas a serem feitas para obter uma imagem clara dos riscos e ações necessárias para garantir o sucesso do negócio.


Rodney Reis, Co-Fundador e CEO da Avalia, com mais de 20 anos de experiência criando negócios de sucesso, liderando times altamente qualificados e entregando crescimento sustentável globalmente.


 


É relativamente simples entender os princípios básicos de programação de computadores e dar os primeiros passos no desenvolvimento de softwares, porém, aqueles que atuam na área, sabem que a produção e operação de um software profissional é uma das atividades mais complexas já realizadas por humanos.


A evolução da tecnologia apenas aumenta a complexidade em torno do software, motivo pelo qual problemas podem ser difíceis de serem encontrados, até porque alguns podem ficar dormentes, ocorrendo de forma esporádica.


Bugs ou problemas de software sempre vão aparecer, portanto, não estar preparado para lidar com eles é uma grande 'red flag'. — John Forman

O ponto não é garantir que o software seja livre de problemas, o que é praticamente impossível, mas se certificar de que as equipes responsáveis têm as ferramentas, o conhecimento, a maturidade e os processos necessários para enfrentar os problemas e solucioná-los da melhor forma possível.


Problemas sempre surgirão, mas não estar preparado, ou no mínimo mais ou menos preparado para isto, é uma grande "red flag”.


John Lemos Forman, John Lemos Forman, Diretor de Negócios da Avalia, Mestre em Engenharia de Software e Consultor Sênior em Inovação e Transformação Digital, com mais de 30 anos de experiência em gestão de negócios e consultoria para empresas de tecnologia.


 


Em termos de tecnologia, uma típica red flag que encontramos é quando a empresa se encontra em uma posição onde é impossível ou muito difícil de melhorar/atualizar uma ou diversas ferramentas e/ou a tecnologia base de seu software e infraestrutura.


Ferramentas e tecnologias que perdem o timing da sua janela de manutenção muitas vezes induzem a vulnerabilidades críticas de segurança. — Guillaume Serneels

Existem diversas razões para isso: falta de expertise no domínio tecnológico, falta de recursos, incompatibilidades de software entre componentes ou ferramentas de persistência, ou incompatibilidades de hardware.


Esta situação pode ser altamente problemática à medida que ferramentas e tecnologias que perdem o timing da sua janela de manutenção frequentemente induzem a vulnerabilidades críticas de segurança. Pode também representar uma preocupação em termos de atratividade, pois uma empresa que depende de tecnologias ultrapassadas tem menos probabilidade de atrair novos talentos.


Guillaume Serneels, Guillaume Serneels, Engenheiro de Software e Dados da Avalia com mais de 5 anos de experiência em engenharia de software, desenvolvimento full-stack, integração de dados e criação de visualizações interativas de dados.


 


Quando investidores consideram a integração de tecnologia(s) ao seu portfólio, os incentivos para o negócio, em termos gerais, são geralmente baseados nas oportunidades de escalabilidade identificadas.


Portanto, é vital identificar os aspectos-chave que fizeram o alvo se destacar e assegurar que seus elementos organizacionais como cultura, liderança, processos e práticas de engenharia estão bem enraizados, para que possam apoiar o crescimento esperado.


Inconsistências ou desajustes em elementos organizacionais como cultura, liderança, processos e práticas de engenharia podem ser red flags. — Anderson Soffa

As potenciais red flags relacionadas a isso podem ser inconsistências na forma como as coisas são construídas ou na terminologia usada por vários stakeholders, assim como desajustes de processo, diferentes abordagens para a solução de problemas, ou uso inconsistente de métricas como OKRs, em diferentes níveis da organização.


Simplificando o complexo, tudo se resume a descobrir os principais diferenciais e como eles podem ser mantidos e escalados após o deal, bem como descobrir os elementos fundamentais que estão em falta e os riscos desconsiderados ou mal identificados,


Anderson Soffa, Diretor Técnico da Avalia e Expert em Engenharia de Software com mais de 20 anos de experiência em engenharia de software, modernização de sistemas legados de grande escala, e adoção de Agile em empresas de médio e grande porte.


 


Uma red flag não é sempre sobre o tamanho do problema na arquitetura ou nos processos de desenvolvimento do produto, mas o seu custo: Quanto custará para corrigi-lo e quanto tempo levará?



Red flags não são apenas sobre o tamanho do problema, mas o custo para resolvê-lo, em tempo e dinheiro. — Fernando Viegas

Fernando Viegas, Diretor Técnico da Avalia e Expert em Engenharia de Software, com mais de 20 anos de experiência em engenharia de software, desenvolvimento full-stack, otimização de bases de dados, infraestrutura de nuvens e desenvolvimento ágil.




Como a Due Diligence de Software da Avalia pode fazer a diferença?


Como mencionamos acima, as red flags são encontradas onde você menos espera. Muitas diligências técnicas são superficiais, baseadas apenas em entrevistas e questionários, insuficientes diante da complexidade envolvida em um tech deal.


A Avalia dispõe de um time com vasta e comprovada experiência em engenharia de software e negócios, machine-learning, pesquisas de ponta, e um software e ferramentas próprias para executar sua Due Diligence de Software, indo muito além. Com uma abordagem baseada em dados, analisa todos os elementos que impactam o desenvolvimento, evolução e manutenção da tecnologia, investigando em profundidade o produto, os processos e as pessoas.


 

Em tech deals complexos onde o timing é crucial, a Due Diligence de Software da Avalia é indispensável. Para obter informações claras e implementáveis com foco no impacto sobre o negócio, conte com a Avalia em seu próximo tech deal.